Uma Viagem pelo Brasil na Web

Brasil, 20 de Setembro de 2019

Bandeira do Mato Grosso
Bandeira do Mato Grosso

» Home
» Brasil
» Regiões
» Estados
  :: Cuiabá
    .: Arquitetura
    .: Como Chegar
    .: Cultura
    .: Dados Gerais
    .: Distritos Turisticos
    .: Eventos
    .: Hidrografia
    .: História
    .: Infra-Estrutura
    .: Litoral
    .: Parques
    .: Relevo
    .: Sites Municipais
    .: Álbum de Fotos

 
» Municípios


Cuiabá - MT

História

Fundada em 1719, às margens do Córrego da Prainha, pelo bandeirante Antônio Pires de Campos que subiu o Rio Cuiabá, nome dado por ele mesmo devido a existência de uma tribo indígena denominada Cuiabases.
Vários outros bandeirantes chegaram ao local com o intuito de escravizar os índios mas ao depararem com o ouro, abandonaram o objetivo anterior e iniciaram a mineração, motivando sua permanência naquele local.
A noticia da descoberta atraiu povoadores nacionais e estrangeiros fazendo com que um pequeno arraial fosse se formando nas "Lavras do Sutil". Hoje, este local está na Avenida Tenente-Coronel Duarte, popularmente chamada de Prainha.
Na segunda metade do século XVIII, com o esgotamento do ouro, começou a decadência da Vila que só não foi abandonada devido à existência do Rio Cuiabá que ligava a região ao Pantanal, área de pecuária. A Vila tornou-se um entreposto comercial e centro de abastecimento de várias regiões.
Em 1909, a Capital foi reconhecida como Centro Geodésico da América do Sul.
Em 1818, foi elevada a Cidade e em 1825, se tornou Capital da Província.
Cresceu com a aviação comercial, a partir de 1940 e com a ligação rodoviária com São Paulo e Goiás, em 1960, porém, só na década de 70, quando o Governo Federal estimulou o povoamento do interior, é que teve um grande crescimento, que dura até hoje.
Atualmente o centro urbano é a parte mais antiga de Cuiabá, com vias estreitas e tortuosas.






® Copyright 2000-2017 - Brasil Channel - todos os direitos reservados por lei,  proibida a reprodução total ou parcial deste site.
LEI Nº 9.610/98 - DIREITOS AUTORAIS, LEI Nº 9.609/98 PROTEÇÃO DA PROPRIEDADE INTELECTUAL e LEI No 10.695 - Código de Processo Penal