Uma Viagem pelo Brasil na Web

Brasil, 18 de Setembro de 2019

Bandeira do Amapá
Bandeira do Amapá

» Home
» Brasil
» Regiões
» Estados
  :: Macapá
    .: Arquitetura
    .: Como Chegar
    .: Cultura
    .: Dados Gerais
    .: Distritos Turisticos
    .: Eventos
    .: Hidrografia
    .: História
    .: Infra-Estrutura
    .: Litoral
    .: Parques
    .: Relevo
    .: Sites Municipais
    .: Álbum de Fotos

 
» Municípios


Macapá - AP

Hidrografia
Rios | Praias | Lagoas | Ilhas 

Rios:

Rio Amazonas:
Originado do encontro dos Rios Negro e Solimões, nasce a 5.300 m de altitude, na montanha Nevado Mismi, nos Andes peruanos, é o maior rio do mundo, tanto em extensão, com 6.885 km, como em volume d’água, pois despeja no mar cerca de 200.000 m3 de água por segundo. Até chegar à denominação de Amazonas, o rio é chamado de Apurimac, Ucayali e Marañon. Ao entrar no Brasil, passa a se chamar Solimões. É um típico rio de planície, e seu curso abrange 3 países - Peru, Colômbia (em curtíssimo trecho) e Brasil.  Corta o Amazonas no sentido Oeste-Leste, recebendo diversos afluentes, e possui vários Municípios em suas margens. Protagoniza um dos maiores fenômenos hidrográficos da região: a pororoca, quando suas águas se encontram com as do Oceano. Forma a maior bacia hidrográfica do planeta, com cerca de 7.000.000 km², dos quais aproximadamente 4.000.000 km² estão situados em território brasileiro, e o restante distribuído por oito países sul-americanos: Guiana Francesa, Suriname, Guiana, Venezuela, Colômbia, Peru, Equador, Bolívia. Possui o maior potencial hidrelétrico do país, mas a baixa declividade do seu terreno dificulta a instalação de Usinas Hidrelétricas. De Benjamin Constant, na fronteira entre o estado do Amazonas e o Peru, até a ilha de Marajó, o Amazonas só desce 65 m em 3.000 km. É totalmente navegável e atravessado pela linha do Equador, portanto possui afluentes nos dois hemisférios. Fertiliza uma região de quase 6 milhões km², equivalente a mais de metade da Europa.

Rio Matapi:

Rio Curiaú:

Rio Pedreira:
Rio com grande importância histórica, pois dele foram retiradas as pedras para a construção da Fortaleza de São José de Macapá.

Rio Ipixuna:

Rio Macacoari:

Rio Gurijuba:

Igarapé da Fortaleza: 
Rio que separa os Municípios de Macapá e Santana.

Praias:

Praia de Araxá:
Praia do Rio Amazonas, situa-se na região urbana. Possui areias escuras, quadras de esportes, restaurantes e uma ampla área para shows.

Praia do Aturiá: 
Praia do Rio Amazonas, propícia ao banhos e aos passeios de jet-sky

Praia da Fazendinha:
Praia do Rio Amazonas, possui águas calmas e boas para banho. Abriga quiosques de madeira e palha onde se pode saborear camarão regional. Propícia aos esportes náuticos.
Localização: 16 km de Macapá, Distrito de Fazendinha.

Lagoas:

Lago do Curiaú:
Lago de águas rasas, propícias para banhos. Suas águas se tornam avermelhadas com o pôr-do-sol. Em seu entorno aparecem búfalos, garças e outros pássaros.
Localização: Dentro da Área de Proteção na Vila do Curiaú.

Lago Ambé:
Lago muito procurado para a pesca e banhos. Possui águas frias.
Localização: 74 km de Macapá, na região das pedreiras.

Lagoa dos Índios:
Mostra a vegetação aquática, campos e garças, sendo ideal para fotografias.
Localização: Rodovia Duque de Caxias (Macapá/Santana), km 3.

Ilhas:

Ilha do Bailique:

Ilha do Curuá:

Ilha do Brigue:

Ilha Pedreiras:






® Copyright 2000-2017 - Brasil Channel - todos os direitos reservados por lei,  proibida a reprodução total ou parcial deste site.
LEI Nº 9.610/98 - DIREITOS AUTORAIS, LEI Nº 9.609/98 PROTEÇÃO DA PROPRIEDADE INTELECTUAL e LEI No 10.695 - Código de Processo Penal