Uma Viagem pelo Brasil na Web

Brasil, 18 de Setembro de 2019

Bandeira de Pernambuco
Bandeira de Pernambuco

» Home
» Brasil
» Regiões
» Estados
  :: Recife
    .: Arquitetura
    .: Como Chegar
    .: Cultura
    .: Dados Gerais
    .: Distritos Turisticos
    .: Eventos
    .: Hidrografia
    .: História
    .: Infra-Estrutura
    .: Litoral
    .: Parques
    .: Relevo
    .: Sites Municipais
    .: Álbum de Fotos

 
» Municípios


Recife - PE

Arquitetura
 Fortes | Palácios | Construções | Pontes | Mercados | Monumentos | Praças | Logradouros | Templos

Fortes:

Forte de São João Batista do Brum:
Construção de 1629, em estilo colonial, feito para proteger a barra dos Rios Capibaribe e Beberibe, principal Porto da Capitania de Pernambuco. Foi tomado por holandeses, em 1630, e retomado por portugueses em 1654. Sua arquitetura é  quadrangular, possuindo um fosso de cerca de 3 m de profundidade, que, antes do aterro para a construção do Porto do Recife, era preenchido pela água do mar. Abriga canhões de bronze, pequenas torres em forma de cilindros e uma capela dedicada a São João Batista. Atualmente é um Museu Militar. Tombado pelo IPHAN desde 1938.
Localização: Bairro do Recife, Praça Luso-Brasileira, s/nº, Cais do Apolo - Tel: 3224-4334.
Funcionamento: 2ª feira e sábado das 14:00h às 17:00h e 3ª a 6ª feira das 10:00h às 16:00h.

Forte das Cinco Pontas:
Construção de 1630, feita pelos holandeses, era chamado Forte das Cacimbas pois sua missão era guarnecer as Cacimbas de Ambrósio Machado (fontes de água potável). Mais tarde passou a Forte das Cinco Pontas devido à sua forma pentagonal. Mudou seu nome para Forte de São Tiago, em 1677, após ser tomado pelos portugueses e foi restaurado perdendo uma de suas pontas. Nele Frei Caneca foi fuzilado. Possui diversos canhões de bronze. Abriga o Museu da Cidade do Recife. Conta com guias mirins. Foi tombado em 1938.
Localização: Ponta sul da Ilha de Santo Antônio, Largo das Cinco Pontas, s/nº, São José.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira das 10:00h às 18:00h, sábado e domingo das 13:00h às 17:00h.

Forte do Buraco:
Construção feita por holandeses com o nome de Domina Bruyne. O forte não oferece segurança aos visitantes. 
Localização: Ponta sul da Ilha de Santo Antônio, próximo à Escola de Aprendizes de Marinheiros.        

Palácios:

Palácio da Justiça:
Construção de 1930, em estilo renascentista, possui cúpula de dois andares, a mais alta do Brasil, com 45 m. Abriga vitrais do artista alemão Heinrich Moser e pinturas de Murilo La Greca. Tombado pela FUNDARPE desde 1994 .
Localização: Praça da República, s/nº.

Palácio do Campo das Princesas:
Construção de 1841, em estilo neoclássico, presta homenagem às filhas de D. Pedro II. Sofreu uma reforma na década de 1920 que lhe deu a feição atual, eclética. Abriga cadeiras com medalhões em palhinha, conjunto de sofás e poltronas em estilo Luís XVI .
Localização: Praça da República, s/nº, Santo Antônio.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira das 9:00h às 17:00h.    

Construções:

Faculdade de Direito do Recife / Casa de Tobias Barreto:
Construção de 1911, em estilo renascentista, com estrutura de ferro e alvenaria e escadas em mármore de Carrara. Possui uma torre com relógio em carrilhão. Nela surgiu o primeiro curso de Direito do País e teve Rui Barbosa como um de seus alunos. Possui biblioteca. É tombado pelo pelo SPHAN / Pró-Memória.
Localização: Praça Adolfo Cirne, s/nº, Boa Vista.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira das 7:00h às 13:00h e das 18:00h às 22:00h. 

Teatro Santa Isabel:
Construção de 1841, em estilo neoclássico, sofreu um incêndio em 1869, sendo reaberto em 1876. Participou de vários momentos políticos do País, entre eles, a campanha abolicionista de Joaquim Nabuco. Abriga espelhos de cristal, jarros franceses, pinturas e o piano que escapou do incêndio. Durante esse tempo, passou por diversas reformas. Seu nome presta homenagem à Princesa Isabel. Tombado pelo IPHAN em 1949.
Localização: Praça da República, s/nº, Santo Antônio - Tel: 3224-1020.

Teatro Apolo:
Construção de 1816, em estilo neoclássico, com varandas de ferro batido.
Localização:  Rua do Apolo, 121, Bairro do Recife.
Funcionamento: Visitação de 2ª a 6ª feira das 8:00h às 17:00h.

Teatro do Parque:
Construção de 1915, pela Companhia Portuguesa de Operetas e Revistas.
Localização: Rua do Hospício, 81, Boa Vista - Tel: 3423-6044.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 8:00h às 12:00h e de 14:00h às 18:00h.

Prédio do Diário de Pernambuco:
Construção de 1903, em estilo neoclássico, é a sede do mais antigo jornal em circulação na América latina. Sua fachada abriga uma torre com um relógio carrilhão.
Localização: Praça da Independência, Santo Antônio - Tel: 3425-7744.

Prédio da Academia Pernambucana de Letras:
Construção de 1870, em estilo neoclássico, para servir de residência. É todo revestido de azulejos portugueses. Seus salões abrigam lustres franceses.
Localização: Av. Rui Barbosa, 1596, Ponte D’Uchoa, Graças - Tel: 3268-2211.

Quartel do Derbi:
Construção de 1924, em estilo eclético, onde funcionava um mercado público. Pertence atualmente à Polícia Militar. Nele é realizada a Missa do Galo.
Localização: Praça do Derbi, s/nº, Derbi.
Funcionamento: 2ª feira de 13:00h às 17:00h e de 3ª a 6ª feira de 7:00h às 13:00h.

Arquivo Público Estadual Jordão Emerenciano: 
Construção de 1729, em estilo neocolonial, feita para servir de Casa de Câmara e Cadeia da Vila do Recife. Passou a ser arquivo público em 1945.
Localização: Rua Imperador Pedro II, 371, Bairro Santo Antônio.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira das 8:00h às 12:00h.

Antiga Casa de Detenção:
Construção de 1855, numa área de 8,4 mil m², às margens do Rio Capibaribe, é uma das maiores construções do século passado. Sua arquitetura segue a orientação dos pontos cardeais. Nela o escritor Graciliano Ramos esteve preso e escreveu seu livro Memórias do Cárcere. Em 1976 suas celas foram transformadas em lojas de artesanato, bares, lanchonetes, galerias de arte e associações culturais. Abriga dois painéis do pintor pernambucano Cícero Dias retratando a Revolução de 1817 e a Confederação do Equador.
Localização: Rua Floriano Peixoto, s/nº, Santo Antônio - Tel: 3224-2084.
Funcionamento: 2ª feira a sábado das 9:00h às 19:00h. 
            

Casa de Joaquim Nabuco:
Construção do séc. XIX, foi o local onde nasceu um dos maiores abolicionistas pernambucanos: Joaquim Nabuco. 
Localização: Rua da Imperatriz, 147. 

Estação Ferroviária do Brum
Construção de 1888, em estilo neoclássico, servia de terminal para os trens que se dirigiam para Limoeiro. Foi desativada na década de 1950. Atualmente, é a sede do Memorial da Justiça. Tombado pela FUNDARPE em 2001. 
Localização: Av. Alfredo Lisboa, s/n, Bairro do Recife.

Casa de Gilberto Freyre:
Construção do séc. XIX, foi o local onde viveu o sociólogo e escritor Gilberto Freyre. Atualmente abriga um museu.
Localização: Rua Dois Irmãos, 320, Apipucos - Tel:
3441-1733.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira das 9:00h às 12:00h e das 14:00h às 17:00h.

Casarão da Rua Benfica:  
Construção do séc. XIX, em estilo neoclássico, feita para servir de residência de família abastada. Atualmente pertence à Universidade Federal de Pernambuco Restaurada pela FUNDARPE, serve hoje ao Departamento de Extensão Cultural da UFPE.
Localização: Rua Benfica, 157.

Pontes:

Ponte Maurício de Nassau:
Construção de 1644, em madeira, foi a primeira a ultrapassar o Rio Capibaribe e é a ponte mais antiga da América Latina. Foi reformada em 1683 e 1742. Em 1917 foi reinaugurada em concreto. Liga o Bairro do Recife Antigo ao Bairro de Santo Antonio.

Ponte Velha:
Construção em estilo colonial, liga o Bairro de Santo Antônio ao Bairro dos Coelhos.

Ponte da Boa Vista:
Ponte de ferro batido com desenhos laterais de losangos azuis, é a mais típica da cidade. Liga o bairro de Santo Antônio ao da Boa Vista através da Rua Nova e Imperatriz. Reestruturada em 1967. Assemelha-se à Ponte Nova, de Paris.

Ponte Buarque de Macedo:
Inaugurada em 1890, é a mais extensa das sete pontes da Cidade. É considerada a ponte mais extensa do Recife Antigo. Homenageia ao Ministro pernambucano.

Ponte Duarte Coelho:
Construção de 1935, liga a Ilha de Santo Antônio ao subúrbio de Caxangá.

Ponte Santa Isabel:
Inaugurada em 1863, é a primeira ponte de ferro da Cidade. Foi reconstruída em 1913 e restaurada em 1967.

Ponte 12 de Setembro:
Construção de 1971.

Mercados:

Mercado da Boa Vista: 
Construção do início do séc. XX, possui 63 boxes que comercializam gêneros alimentícios.
Localização: Rua da Santa Cruz, s/n, Boa Vista - Tel: 3222-0897.
Funcionamento: 2ª feira a sáb. das 6:00h às 18:00h e domingos e feriados das 6:00h às 12:00h.

Mercado da Encruzilhada:
Construção de 1950, possui 195 boxes que comercializam produtos diversos.
Localização: Rua Dr. José Maria, Encruzilhada - Tel: 3445-5990.
Funcionamento: 2ª feira a sáb. das 6:00h às 18:00h e domingos e feriados das 6:00h às 12:00h.

Mercado da Madalena:
Construção de 1925, possui 180 boxes que comercializam gêneros alimentícios e utilitários. Ao lado do mercado acontece a tradicional Feira de Passarinhos, autorizada e regulamentada pelo Ibama.
Localização: Rua Real da Torre, 270, Madalena - Tel: 3445-1170.
Funcionamento: Diariamente das 7:00h às 18:00h.

Mercado das Flores:
Construção de 1996, possui 50 boxes que comercializam flores naturais e folhagens desidratadas.
Localização: Bairro de São José - Tel: 3445-3349.
Funcionamento: 2ª feira a sáb. das 6:00h às 20:00h e domingos das 6:00h às 12:00h.

Mercado das Frutas:
Construção de 1970, possui 29 boxes que comercializam frutos e laticínios com destaque para o queijo manteiga, queijo coalho, e manteiga de garrafa.
Localização: Largo do Rosário, s/nº, Santo Antônio - Tel: 3445-5990.
Funcionamento: 2ª feira a sáb. das 6:00h às 18:00h e domingos e feriados das 6:00h às 12:00h. 

Mercado São José:
Construção de 1875, é um dos melhores exemplos da arquitetura de ferro do Brasil. Recentemente restaurado, nele pode-se comprar artesanato e produtos regionais.
Localização: Praça Dom Vital, s/nº - Tel: 3224-0714.

Funcionamento
: 2ª feira a sáb. das 6:00h às 18:00h e domingos e feriados das 6:00h às 12:00h. 

Monumentos:

Torre Malakoff:
Construção de 1853 a 1855, em estilo tunisiano, era o antigo observatório meteorológico. É a porta de entrada de Recife. Possui 6 andares e foi tombada pelo Patrimônio Histórico Estadual desde 1994. Seu nome lembra um forte russo do tempo da Guerra da Criméia. Passou anos abandonada, até ser finalmente restaurada no final da década de 1990. Atualmente faz parte do Centro de Manifestações Culturais do Estado de Pernambuco e observatório astronômico.
Localização: Praça do Arsenal da Marinha, s/nº, Bairro do Recife.

Marco Zero:
Marca o km 0 do sistema rodoviário da Cidade.
Localização: Praça Rio Branco, s/nº.

Torre de Atração do Zeppelin:
Torre de ferro alemão, construída entre 1930 e 1937, com 16,5 m de altura e 3,5 toneladas, bem conservada. Nela pousavam os Zeppelins. É a única existente no mundo e, atualmente, serve para prática de rapel dos oficiais do Comando Independente de Operações Especiais (Cioe).
Localização: Av. Recife, 7.000, Campo do Jiquiá, Jiquiá.
Funcionamento: Mediante autorização, 2ª feira das 13:00h às 17:00h; 3ª a 6ª feira das 7:00h às 17:00h e domingo das 7:00h às 12:00h.

Paredão de Frei Caneca: 
Paredão onde Frei Caneca, uma das figuras mais importantes da Confederação do Equador, foi fuzilado em 1825. Nele encontra-se um busto do mártir e por uma placa datada de 1917. 
Localização: Ao lado do Forte das Cinco Pontas.   

Praças:

Praça da República:
Local arborizado, cercado pelas águas dos Rios Capibaribe e Beberibe, onde foram enforcados os líderes da Revolução Pernambucana de 1817. Abriga o Palácio do Campo das Princesas, o Teatro Santa Isabel, o Palácio da Justiça, o Liceu de Artes e Ofícios, oito esculturas de divindades mitológicas, fonte e palmeiras centenárias.
Localização: Bairro de Santo Antônio, Centro.

Praça Rio Branco:
Local arborizado, abriga o Marco Zero e uma estátua do Barão de Rio Branco de 2,5 m de altura, voltada para o mar.
Localização: Av. Alfredo Lisboa, Bairro do Recife.

Praça do Entroncamento:
Local do antigo cruzamento de 3 estradas de ferro, atualmente chama a atenção pela decoração natalina. Possui uma fonte.
Localização: Entre a Av. Rui Barbosa e a Av. Rosa e Silv
a, Bairro das Graças.

Praça do Derbi:
Com área de 70 mil m², bastante arborizada, é dividida em duas partes. Uma, em frente ao Quartel do Derbi, com o Parque Infantil, vários bancos de cimento e algumas estátuas e a outra, com a Ilha do Amor, canteiros, um coreto semicircular, estátuas ornamentais e taças de bronze. Abriga o Monumento ao Policial Militar tombado no cumprimento ao dever.
Localização: Entre a Av. Agamenon Magalhães e a Rua Amaro Bezerra.

Praça do Carmo:
Construção do final do séc. XVII, a
briga a Basílica e o Convento de Nossa Senhora do Carmo, sendo palco da festa em homenagem à Santa.
Localização: Bairro de São José.

Praça da Independência / Pracinha do Diário:
Local arborizado, com canteiros e fonte luminosa. Abriga o busto dos jornalistas Assis Chateaubriand e Aníbal Fernandes e uma placa reproduzindo a primeira página do Diário de Pernambuco, o jornal mais antigo em circulação da América Latina.
Localização: Entre a Rua 1º de março e as Av. Guararapes, Dantas Barreto, Santo Antônio, em frente ao prédio do Diário de Pernambuco.

Praça Arsenal da Marinha / Arthur Oscar:
Homenagem ao General que comandou o ataque ao Arraial de Canudos. Abriga o busto do Almirante Tamandaré, Patrono da Marinha Brasileira. À sua volta, localizam-se diversos bares e restaurantes transformando-a num dos locais mais freqüentados da Cidade.
Localização: Bairro do Recife.

Praça Oswaldo Cruz:
Local arborizado com ficus, mangueiras, acácias e palmeiras, possuindo um lago artificial. Abriga os bustos de Oswaldo Cruz e Waldemar de Oliveira.
Localização: Entre as Ruas Fernandes Vieira e Oswaldo Cruz, Centro.

Praça Chora Menino:
Local onde, em 1831, uma rebelião de soldados rasos foi debelada com a morte de 300 pessoas. Atualmente é área verde para o lazer.

Praça Maciel Pinheiro:
Construção de 1975, feita para comemorar a vitória da tropas brasileiras na guerra do Paraguai. Ao lado, encontra-se a Igreja do Santíssimo Sacramento.   

Logradouros:

Bairro do Recife Antigo / Bairro do Recife:
Local onde nasceu a Cidade, composto pelas Ruas do Bom Jesus e do Apolo, tornou-se zona de prostituição. Atualmente é o maior pólo de vida noturna da Cidade. Possui vários casarões do séc. XVII, restaurados, pintados com cores fortes e transformados em danceteria; o Marco Zero; o Porto do Recife; a Catedral da Madre de Deus e a Torre Malakof, além de bares, restaurantes, teatros e casas noturnas.

Pátio de São Pedro:
Abriga diversos casarões dos séc. XVIII e XIX, barzinhos e a Casa do Carnaval.
Localização: Rua de São Pedro, Bairro de São José, com acesso principal pela Av. Dantas Barreto.

Rua do Bom Jesus:
Antiga Rua dos Judeus, abriga a primeira sinagoga das Américas. Dela partiram os holandeses que fundaram Nova York. Seu casario foi restaurado, em 1995, e atualmente se transformou em um pólo de animação, com bares e restaurantes. 

Rua da Aurora:
Situada às margens do Rio Capibaribe, nela se encontram diversos casarões do séc. XIX bem conservados. Pode-se observar o nascer e o pôr-do-sol.

Basílica de Nossa Senhora do Carmo:
Construção de 1687, em estilo barroco-rococó, no local onde existia o Palácio da Boa Vista, erguido por Maurício de Nassau. É um dos mais importantes exemplares da arquitetura barroca de Pernambuco. Abriga a imagem de Nossa Senhora do Carmo em tamanho natural, talhas folheadas em ouro branco e mobiliário do séc. XIX. Seu altar-mor é o mais bem ornamentado do Recife. Nela Frei Caneca fez seus votos religiosos e ordenou-se sacerdote. Tombada pelo IPHAN em 1938.
Localização: Praça do Carmo, Santo Antônio - Tel: 3224-3341.
Funcionamento: Diariamente das 8:00h às 12:00
h e das 14:00h às 17:00h. Missas de 2ª a 6ª feira às 16:30h; sábado, às 7:00h; e domingo às 8:00h, 10:00h e 19:30h.

Igreja de Santa Teresa de Jesus da Ordem Terceira do Carmo:
C
onstrução de 1837, em estilo barroco, completa o conjunto formado pela Basílica e Convento do Carmo. O altar-mor é em talha dourada, destacando-se as imagens de Nossa Senhora do Carmo, São José e Santa Teresa. Tombada pelo IPHAN desde 1938.
Localização: Praça do Carmo, ao lado da Basílica do Carmo, Bairro de Santo Antônio.

Capela Dourada da Ordem Terceira de São Francisco:
Construção de 1697, em estilo barroco, faz parte do conjunto arquitetônico do Convento Franciscano de Santo Antônio. É entalhada em cedro e revestida com lâminas de ouro e possui painéis de azulejos portugueses, imagens do séc. XVIII e pinturas. Abriga, ao lado, o Museu Franciscano de Arte Sacra.
Localização: Rua Imperador Pedro II, Santo Antônio - Tel: 3224-0530.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira das 8:00h às 11:30h e das 14:00h às 17:00h e sábado das 8:00h às 11:30h.

Capela de Nossa Senhora da Conceição / Capela da  Jaqueira:
Construção de 1776, restaurada em 1955, em estilo barroco. Possui o altar-mor revestido em ouro e azulejos portugueses.
Localização: Av. Rui Barbosa, Praça da Jaqueira.

Convento Franciscano de Santo Antônio:
Construção de 1606, restaurado em 1859, mantém suas características originais. É uma das construções mais representativas da arquitetura barroca no Brasil. Possui entalhes em jacarandá, pinturas e azulejos. Tombado pelo IPHAN em 1938.
Localização: Rua Imperador Pedro II, s/nº, Bairro Santo Antônio.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira das 8:00h às 11:30h e das 14:00h às 17:00h.

Igreja de Santo Antônio:
Construção de 1606, faz parte do conjunto arquitetônico do Convento Franciscano de Santo Antônio.
Localização: Rua Imperador Pedro II, s/nº, Bairro Santo Antônio.

Igreja de São Francisco das Chagas da Ordem Terceira:
Construção de 1804, em estilo rococó, faz parte do conjunto arquitetônico do Convento Franciscano de Santo Antônio. Situa-se entre o museu de arte sacra e o antigo hospital do convento.
Localização: Rua Imperador Pedro II, s/nº, Bairro Santo Antônio.

Igreja de Nossa Senhora da Boa Viagem:
Construção à beira-mar de 1707, em estilo barroco. Sofreu várias mudanças que a afastaram de suas características originais. Possui imagens barrocas. Aos sábados e domingos, em seu pátio externo, abriga uma feirinha de artesanato com apresentações folclóricas.
Localização: Praça da Boa Viagem, s/nº, Boa Viagem.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira das 8:00h às 11:00h e das 14:00h às 17:00h.

Igreja de Nossa Senhora da Conceição dos Militares:
Construção de 1771, em estilo barroco. Possui talhas folheadas a ouro, teto com cenas da Batalha dos Guararapes e, na nave central, pintura retratando a Virgem Maria grávida. Nela se localiza o Museu de Arte Sacra.
Localização: Rua Nova, 309, Santo Antônio - Tel: 3224-3106.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira das 7:30h às 11:30h.

Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos:
Construção de 1725, em estilo barroco, feita pela Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos do Recife. Encontra-se totalmente descaracterizada. Possui imagens de santos negros do séc. XVIII. Tombada pelo IPHAN em 1965.
Localização: Rua Estreita do Rosário, s/nº, Santo Antônio - Tel: 3224-3929.
Funcionamento: Diariamente das 8:00h às 12:00h e das 14:00h às 17:00h.

Igreja de Nossa Senhora da Saúde:
Construção de 1807, em estilo barroco.
Localização: Poço da Panela.

Concatedral São Pedro dos Cléricos:
Construção de 1728 a 1782, em estilo barroco, com pedras de cantaria portuguesas e portas de jacarandá. A fachada reproduz o Santuário de Santa Maria Maior de Roma e o teto, de madeira, mostra as armas de São Pedro e as imagens dos Doze Apóstolos e dos Quatro Evangelistas. Possui  dois anjos de bronze, no alto, que indicam os ventos. Foi declarada Monumento Histórico em 1938.
Localização: Pátio de São Pedro, s/nº, Bairro São José - Tel: 3224-2954.
Funcionamento: 3ª a 6ª feira das 7:00h às 11:00h e das 14:00h às 16:00h, sábado das 8:00h às 11:00h e domingo das 10:00h às 12:00h.

Igreja do Santíssimo Sacramento / Matriz de Santo Antônio:
Construção de 1753 a 1791, em estilo manuelino na fachada e barroco e neoclássico no interior. É a única igreja em Recife que possui uma imagem de São Jorge. Abrigou a Casa de Pólvora dos holandeses. Tombada pelo IPHAN em 1938.
Localização: Av. Dantas Barreto, s/nº, Praça da Independência, Santo Antônio - Tel: 3224-5076.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira das 8:00h às 12:00h e das 14:00h às 17:00h, sábado e domingo das 8:00h às 12:00h.

Igreja Madre de Deus:
Construção de 1715, em estilo colonial, possui fachada imponente e seu interior, com pinturas e imagens sacras, e paredes, teto e mobiliário em jacarandá. Seu altar-mor é folheado a ouro. Em 1971 sofreu um incêndio que a danificou. Tombada pelo IPHAN em 1938.
Localização: Rua Madre de Deus, s/nº,  Recife Antigo - Tel: 3224-5587.

Igreja de Nossa Senhora do Terço:
Construção de 1726, foi reconstruída em 1873.
Localização: Rua Vidal de Negreiros, s/nº, São José.

Igreja de Nossa Senhora da Conceição:
Construção de 1767, mantém suas características originais e com boa conservação.
Localização: Av. João de Barros, Boa Vista.
Funcionamento: Missas aos domingos a partir das 8:00h.

Capela de Nossa Senhora dos Aflitos:
Construção da segunda metade do séc. XVIII, mantém suas características originais.
Localização: Av. Conselheiro Rosa e Silva, Espinheiro.

Igreja da Assunção / Igreja das Fronteiras:
Construção de 1648, era a Imperial Capela, título que ostenta em sua fachada através do emblema real. Nela vivia o Arcebispo emérito Dom Hélder Câmara. É restaurada.
Localização: Rua Henrique Dias, 208 - Tel: 3222-0400.
Funcionamento: Missa aos domingos às 11:00h.

Basílica de Nossa Senhora da Penha:
Construção de 1882, nela se encontra o Museu D. Vital.
Localização: Praça D. Vital, São José - Tel: 3224-0464.

Igreja do Divino Espírito Santo:
Construção de 1689, nela se encontra o Museu de Arte Sacra.
Localização: Praça 17, Santo Antônio - Tel: 3224-2998.

Matriz da Boa Vista:
Construção de 1788 a 1813.
Localização: Praça Maciel Pinheiro, Boa Vista - Tel: 3423-6380.

Igreja de Nossa Senhora das Dores:
Construção do séc. XVI.
Localização: Rua dos Apipucos, 1.080, Apipucos - Tel: 3268-5716.

Igreja de Nossa Senhora do Livramento dos Homens Pardos:
Construção de 1851, seu acesso se dá através de uma escadaria e de pedra.
Localização: Pátio do Livramento, Santo Antônio.

Igreja de Nossa Senhora do Pilar:
Construção de 1680 sobre o antigo forte de São Jorge, encontra-se atualmente em total estado de abandono em meio à Favela do Rato (ou Comunidade do Pilar)  Tombada pelo IPHAN em 1965. 
Localização: Rua de São Jorge, Bairro do Recife.






® Copyright 2000-2017 - Brasil Channel - todos os direitos reservados por lei,  proibida a reprodução total ou parcial deste site.
LEI Nº 9.610/98 - DIREITOS AUTORAIS, LEI Nº 9.609/98 PROTEÇÃO DA PROPRIEDADE INTELECTUAL e LEI No 10.695 - Código de Processo Penal