Uma Viagem pelo Brasil na Web

Brasil, 14 de Outubro de 2019

Bandeira de São Paulo
Bandeira de São Paulo

» Home
» Brasil
» Regiões
» Estados
  :: São Paulo
    .: Arquitetura
    .: Como Chegar
    .: Cultura
    .: Dados Gerais
    .: Distritos Turisticos
    .: Eventos
    .: Hidrografia
    .: História
    .: Infra-Estrutura
    .: Litoral
    .: Parques
    .: Relevo
    .: Sites Municipais
    .: Álbum de Fotos

 
» Municípios


São Paulo - SP

Arquitetura
Palácios | Construções | Praças | Logradouros | Monumentos | Templos

Palácios:

Palácio dos Campos Elíseos:
Construção de 1892, para ser residência de um fazendeiro de café. A partir de 1907, passou a ser a moradia dos Presidentes da Província de São Paulo, recebendo o nome atual.
Atualmente abriga a Secretária da Indústria, Comércio, Ciência e Tecnologia do Estado. Foi tombado em 1977 pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Arqueológico e Turístico.
Localização: Av. Rio Branco, 1.269, Centro - Tel: 220-0033.

Palácio das Indústrias:
Construção de 1911, em estilo eclético, inspirada no Castelo Mackenzie da Itália. Durante muito tempo foi um Centro Cultural e hoje abriga a sede da Prefeitura.
Localização: Parque D. Pedro II - Tel: 225-9077.

Palácio dos Bandeirantes:
Abriga a sede do Governo de São Paulo. Possui acervo de obras do Brasil e de Portugal.
Localização: Av. Morumbi, 4.500 - Tel: 3745-3263.

Construções:

Jockey Club de São Paulo:
Localização: Av. Lineu de Paula Machado, 1.263, às margens do Rio Pinheiros - Tel: 816-4011.
Funcionamento: 2ª a 5ª feira de 19:00h às 23:00h e sábado e domingo de 14:00h às 22:00h.

Mercado Municipal / Mercado Central:
Inaugurado em 1933, abriga vitrais coloridos com temas agrícolas e agropecuários. Importante centro de abastecimento e lazer, com grande variedade de produtos. Conta com bares. É administrado pela Prefeitura.
Localização: Rua Cantareira, 306, entre o Parque D. Pedro e a Rua 25 de Março - Tel: 228-0673.
Funcionamento: 2ª feira a sábado de 5:00h às 16:00h.

Mercado das Flores:
Localização: Largo do Arouche, Centro - Tel: 220-8538.
Funcionamento: Aberto 24 horas.

Edifício do Banespa:
Construção com 34 andares, possui um observatório que oferece vista panorâmica de até 40 km de distância. Situado no ponto mais alto do Centro, é visto de quase toda a Cidade, até mesmo em bairros muito distantes.
Localização: Rua João Brícola, 24, Centro - Tel: 248-1135.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 19:00h às 17:00h.

Edifício Itália:
Construção de 1956, é a mais elevada da Cidade, com 46 andares, abriga terraço com mirante e restaurante.
Localização: Av. Ipiranga, 344, Centro - Tel: 257-6566.
Funcionamento: Diariamente de 12:00h às 24:00h.

Edifício Martinelli:
Construção de 1929, primeiro arranha-céu da Cidade, foi durante muito tempo o seu cartão postal. Restaurado em 1979, hoje abriga órgãos públicos e escritórios.
Localização: Rua São Bento, 405, com Av. São João e Rua Líbero Badaró.

Edifício Ramos de Azevedo:
Inaugurado em 1920 para ser a Escola Politécnica. Atualmente abriga o Departamento do Patrimônio Histórico do Município.
Localização: Praça Coronel Fernando Prestes, 152, Luz - Tel: 3326-1010.

Solar da Marquesa de Santos:
Construção do séc. XVIII, em taipa de pilão, foi comprado pela Marquesa, em 1843, que o transformou numa das residências mais aristocráticas de São Paulo, passando a ser conhecido também como Palacete do Carmo. Atualmente abriga o Museu da Cidade.
Localização: Rua Roberto Simonsen, 136 B, Pátio do Colégio, Centro - Tel: 3106-2218.
Funcionamento: 3ª feira a domingo de 9:00h às 17:00h.

Estádio do Pacaembu:
Inaugurado em 1940, com o nome de Estádio Municipal de São Paulo, era considerado o maior e mais moderno estádio da América do Sul, com capacidade para acolher 70 mil pessoas. Em 1961, o Pacaembu ganhou o nome de Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho. Em 1970 sua capacidade foi ampliada em 15 mil novos lugares, com a construção do Tobogã. Atualmente é considerado um dos estádios mais completos, com instalações para a prática de quase todos os esportes olímpicos. O ginásio de esportes tem capacidade para 4 mil pessoas. As arquibancadas em formato oval, possuem 11 degraus, num total de 9.760 m de comprimento. Abriga salão nobre, restaurante, alojamentos e vestiários completos.
Localização: Praça Charles Miller, s/nº, Pacaembu - Tel: 256-9111.

Estação da Luz:
Construção de 1901, com estruturas trazidas da Inglaterra que copiam o Big Ben e e Abadia de Westminster. Ocupa 7.500 m² do Jardim da Luz e era responsável pelo escoamento da produção de café. Atualmente é uma estação de trens suburbanos.
Localização: Praça da Luz, 1, final da Av. Casper Líbero, Luz.

Antigo Prédio do Banco de São Paulo:
Construção de 1935, composto por dois prédios interligados, num total de 13 mil m², com decoração art nouveau, florentina e barroca.
Localização: Praça Antônio Prado, 9, Centro - Tel: 229-3011
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 9:00h às 18:00h.

Casa do Grito:
Construção do séc. XIX, originalmente em pau-a-pique, sofreu diversas reformas que a descaracterizaram. Foi desapropriada em 1936 permanecendo semi-abandonada até 1955, quando foi realizada uma restauração que procurava aproximá-la à casa representada na tela "O Brado do Ipiranga" de Pedro Américo. Foi nessa ocasião que o imóvel passou a ser conhecido como Casa do Grito. Em 1981, a casa foi submetida a pesquisas arqueológicas e a obras de restauração corrigindo os excessos das intervenções anteriores. Tombada em 1975, está sob responsabilidade do Departamento do Patrimônio Histórico. Atualmente abriga um espaço cultural.
Localização: Parque da Independência, Ipiranga - Tel: 273- 4981
Funcionamento: 3ª feira a domingo de 9:00h às 17:00h.

Casa nº 1:
Construção de 1870, à semelhança dos chalés suíços, uma das primeiras manifestações do ecletismo. Foi restaurado em 1979 recuperando suas características originais. Atualmente abriga a Divisão do Arquivo Histórico Municipal.
Localização: Rua Roberto Simonsen, 136 B, Pátio do Colégio - Tel: 3104-1463
Funcionamento: 3ª feira a domingo de 9:00h às 18:00h.

Casa do Sitio Ressaca:
Construção de 1719, manteve seu uso rural até 1969, quando foi desapropriada para a construção do Metro. Em 1978 foi restaurada e integrada ao Centro Cultural do Jabaquara. Desde 1990 abriga o Acervo da Memória e do Viver Afro-Brasileiro. Tombada pelo Patrimônio Histórico Nacional.
Localização: Rua Nadra Raffoul Mokodsi, 3, Jabaquara - Tel: 577- 5461
Funcionamento: 3ª feira a domingo de 9:00h às 17:00h.

Casa do Tatuapé:
Construção do séc. XVII, em taipa de pilão, característica do período bandeirista, para servir de residência. Na segunda metade do século XVIII, passou a ser utilizada como olaria. Em 1945 a casa foi adquirida pela Tecelagem Texília e tombada pelo Patrimônio Histórico Nacional. Em 1979, foi desapropriada pelo Município e restaurada, sendo aberta à visitação pública a partir de 1981, realizando atividades para a terceira idade.
Localização: Rua Guabijú, 49, Tatuapé - Tel: 3106- 2218
Funcionamento: 3ª feira a domingo de 9:00h às 17:00h.

Casa das Rosas:
Construção de 1935, em estilo francês, é uma das últimas mansões da época. Atualmente é uma galeria de arte.
Localização: Av. Paulista, 37 - Tel: 251-5271.

Casa do Sítio Mirim:
Construção do séc. XVII, em taipa, era a antiga sede do Sítio Mirim. Encontra-se em ruínas.
Localização: Av. Dr. Assis Ribeiro, s/nº, Ermelino Matarazzo.
Funcionamento: Não é aberta ao público.

Casa do Sertanista:
Construção do séc. XVII, em taipa de pilão, com características das casas bandeiristas. Foi doada ao Município em 1958, sendo restaurada em 1966 e ali instalado o Museu Casa do Sertanista, voltado essencialmente para a cultura indígena. Foi reformada em 1987 e suas atividades retomadas em 1993.
Localização: Praça Ênio Barbato, s/nº, Caxingui - Tel: 3106- 2218
Funcionamento: 3ª feira a domingo de 9:00h às 17:00h.

Casa do Bandeirante:
Construção em taipa de pilão, com 350 m², dividida em 12 cômodos, era usada pelos jesuítas. Foi doada à Prefeitura em 1938. Em 1954 passou a ser um Centro Cultural. Está sob responsabilidade do Departamento do Patrimônio Histórico.
Localização: Praça Monteiro Lobato, s/nº, Butantã - Tel: 211- 0920.
Funcionamento: 3ª feira a domingo de 9:00h às 17:00h.

Estação Júlio Prestes:
Construção de 1926 a 1938, possui 1.000 m² de saguão com piso de mármore e pé-direito de 24 m sustentado por 32 colunas, que foram reformados e transformados em sala de espetáculos, a Sala São Paulo de Concertos, abrigando a sede da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo.
Localização: Praça Julio Prestes, s/n°, Luz - Tel: 223-5199 / 867-8687.

Viaduto Santa Efigênia:
Construção de 1913, com estrutura metálica trazida da Bélgica, foi reformado em 1978 e em 1982 foi pintado com as cores do Arco Íris.
Localização: Liga o Largo de São Bento ao Bairro de Santa Efigênia.

Viaduto do Chá:
Construção de 1938, foi o primeiro viaduto de São Paulo. Seu nome deve-se à sua proximidade com uma plantação de Chá da Índia.
Localização: Liga a Rua Direita (Centro Velho) com a Rua Barão de Itapetininga (Centro Novo).

Teatro Municipal:
Construção de 1903, inaugurado em 1911, em estilo eclético neobarroco e inspirado na Ópera de Paris. Possui vitrais e obras de arte. Seu interior apresenta 6 pavimentos, seus balcões têm o parapeito revestido em ouro e sua cúpula mostra as fases da vida do homem. Seu lustre principal possui 260 lâmpadas e 6.000 peças de cristal. Abrigou a Semana de Arte Moderna. Anexo encontra-se o Museu do Teatro.
Localização: Praça Ramos de Azevedo, s/n°, Metro República - Tel: 222-8698.
Funcionamento: Sessões gratuitas na 2ª feira às 18:30h e 4ª feira às 12:30h.

Capela do Morumbi:
Construção de 1825, em taipa-de-pilão, localizada na antiga Fazenda do Morumbi. Na década de 40 encontrava-se em ruínas e foi restaurada em alvenaria, como se fosse uma capela, porém sem se ter certeza disso, permanecendo fechada até 1975. Em 1979 o Departamento do Patrimônio Histórico a reformou para abrigar um Centro Cultural.
Localização: Av. Morumbi, 5.387, Morumbi - Tel: 3106-2218
Funcionamento: 3ª feira a domingo de 9:00h às 17:00h.

Casa do Sítio Morrinhos:
Construção de 1702, em estilo rural, feita em taipa de pilão, era sede de uma grande propriedade.
Localização: Rua Santo Anselmo, 102, Jardim São Bento
Funcionamento: Não é aberta ao público.

Pavilhão Japonês:
Construção de 1953, em estilo nipônico, feita pela colônia japonesa para comemorar o quarto centenário da Cidade de São Paulo. O pavilhão foi trazido para São Paulo direto do Japão. Consiste num pavilhão de madeira inserido a oeste do centro do Parque do Ibirapuera com um anexo onde são expostos objetos trazidos do Japão. Abriga uma copa para a Cerimônia do Chá.
Localização: Parque do Ibirapuera - Tel: 573-6453.
Funcionamento: Sábado, domingo e feriados de 10:00h às 17:00h.

Teatro São Pedro:
Construção de 1917, ficou fechado de 1982 a 1997, quando foi reformado e reinaugurado em 1998, mantendo suas características originais. Possui cortinas inglesas de veludo vinho e fachada em tons de salmão. Sua programação é voltada para a música clássica e a dança.
Localização: Rua Barra Funda, 171, Campos Elíseos - Tel: 3666-1030.

Prédio da Escola Caetano de Campos:
Construção de 1894, em estilo neoclássico, foi a mais famosa escola normal do País. Abriga atualmente a Secretaria Estadual de Educação.
Localização: Praça da República, Centro.

Prédio dos Correios:
Construção de 1922, em estilo neoclássico, foi a primeira construção de concreto armado da cidade.
Localização: Praça do Correio, s/nº, Centro - Tel: 831-5522.

Praças:

Praça da Sé:
Abriga a Catedral Metropolitana, o Marco Zero e Caixa Econômica Federal com seu Conjunto Cultural. Possui chafariz e diversas esculturas. Nela foi fundado o São Paulo Futebol Clube, havendo um marco comemorativo em alusão a isto.

Praça Antonio Prado:
Abriga a sede do Banespa.

Praça Charles Miller:
Em frente ao Estádio do Pacaembú.

Praça Buenos Aires:
Bastante arborizada, possui 7 monumentos.
Localização: Av. Angélica, Higienópolis.

Praça Ramos de Azevedo:
Homenagem ao arquiteto que projetou o Teatro Municipal, abriga palmeiras e esculturas sobre a obra de Carlos Gomes.
Localização: Centro.

Logradouros:

Pátio do Colégio:
Conjunto arquitetônico no local onde São Paulo foi fundada. É formado pelos prédios da Capela de Anchieta e pelo Casa de Anchieta. Seu nome deve-se à construção, neste local, de um colégio para catequização dos índios, pelo Padre Anchieta.
Localização: Rua Boa Vista, junto à Praça da Sé, Centro.

Vale do Anhangabaú:
Compreende no espaço, em nível mais baixo, entre os Viadutos do Chá e o Santa Efigênia. Em seu subsolo passam o Rio Anhangabaú e um túnel que faz a ligação norte-sul e vice-versa. É a divisa entre os Centros Velho e Novo, possuindo jardins, esculturas e três chafarizes.

Avenida Paulista:
Cartão postal de São Paulo, é uma das vias mais movimentadas da Cidade. Possui 2 km de extensão, margeada por edifícios altos, prédios modernos e sofisticados. Nela se concentra a maior parte dos escritórios de empresas, além de cinemas, museus e outras opções de lazer.

Bairro da Liberdade:
Bairro oriental, com restaurantes e comércio de artigos japoneses e coreanos. Guarda as tradições dos imigrantes japoneses.

Bairro da Bela Vista:
Conhecido como o Bairro do Bixiga, guarda as tradições dos imigrantes italianos. Apresenta diversas cantinas e pizzarias, e é o local onde acontece a maior festa religiosa da colônia italiana, a Festa de Nossa Senhora de Achiropita.

Monumentos:

Monumento às Bandeiras:
Com 50 m de extensão, representa uma expedição dos bandeirantes. É uma obra de Victor Brecheret.
Localização: Parque do Ibirapuera.

Monumento à Mãe Preta:
Uma homenagem às antigas mães de leite e à população afro-brasileira.
Localização: Largo Paissandu, Centro.

Marco Zero:
Indica as direções dos Estados que fazem limite com São Paulo. Dele se conta a distância de qualquer ponto da Cidade.
Localização: Em frente à Catedral.

Templos:

Catedral Metropolitana de São Paulo / Catedral da Sé:
Construção de 1913 a 1953, misturando os estilos gótico e bizantino. Possui 11 m de comprimento, 46 m de largura, duas torres de 92 m de altura e capacidade para 8 mil pessoas, sendo a maior Igreja de São Paulo. Possui um órgão italiano que é o maior da América do Sul. Sua cripta abriga os restos mortais do Cacique Tibiriçá e do Regente Feijó.
Localização: Praça da Sé, Centro, Metro Sé - Tel: 3107-6832.
Funcionamento: Diariamente de 7:00h às 19:00h.

Igreja de Nossa Senhora da Conceição de Santa Efigênia:
Construção de 1795, em estilo colonial, feita pela Confraria Santa Efigênia, possuía inúmeros sinos, que ecoavam por toda a Cidade. Foi sede religiosa de São Paulo durante a construção da nova Sé.
Localização: Largo Santa Efigênia, Centro.

Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos:
A Igreja do século XVIII localizava-se no Largo do Rosário, hoje Praça Antonio Prado mas foi transferida em 1906, para o local atual. A construção atual é a primeira Igreja em estilo neo-românico da cidade. Era o local onde os negros realizavam seus cultos. Ao lado da igreja pode-se ver a estátua da Mãe Preta.
Localização: Largo Paissandu, Centro - Tel: 223-3611.
Funcionamento: Diariamente de 7:00h às 19:00h.

Basílica de São Bento:
Construção de 1910 a 1922, em estilo gótico e bizantino, no local onde se encontrava a taba de Tibiriça e onde, em 1598, foi erguida uma capela em taipa. Possui vitrais alemães e parede de madeira entalhada. Abriga um órgão com 6 mil tubos e diversas imagens, destacando-se a de Nossa Senhora da Conceição, de 1722; de São Bento e Santa Escolástica; da Virgem de Kasperovo, ícone russo cravejado com 6 mil pérolas; um crucifixo de 1777; e os restos mortais de Fernão Dias Paes, bandeirante paulista e de sua esposa. Sua torre conta com o relógio mais tradicional da Cidade.
Localização: Largo São Bento, Centro, Metro São Bento - Tel: 228-3633
Funcionamento: Diariamente das 6:00h às 12:00h e 14:00h às 18:00h. Cantos gregorianos: 2ª feira a sábado às 7:00h e domingo às 10:00h.

Convento de Nossa Senhora da Luz:
Construção de 1774, em taipa de pilão, aproveitando a edificação construída no séc. XVI, resultando em duas fachadas. Abriga a ordem religiosa das Irmãs Concepcionistas, que vivem em regime de clausura e o Museu de Arte Sacra. Nela encontram-se os restos mortais de Frei Galvão, fundador do Mosteiro e candidato a tornar-se o primeiro santo brasileiro.
Localização: Av. Tiradentes, 676, Luz - Tel: 227-1124
Funcionamento: Diariamente de 7:00h às 11:00h e de 14:00h ás 17:00h.

Igreja Nossa Senhora do Brasil:
Construção de 1942, em estilo colonial, lembra as Igrejas Mineiras do séc. XVIII. Possui 7 sinos que soam as notas musicais de sol a fá.
Localização: Praça Nossa Senhora do Brasil, 1, Jardim América - Tel: 282-9786.

Capela de Anchieta:
Construção de 1896, no local da capela original. Situa-se no lugar onde São Paulo foi fundada, ao lado do Museu Anchieta.
Localização: Pátio do Colégio, 84, Centro - Tel: 605-6899.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 7:30h às 17:00h.

Capela do Menino Jesus e Santa Luzia:
Construção de 1901.
Localização: Rua Tabatinguera, 104.

Igreja da Ordem Terceira do Carmo:
Construção de 1632, na colina que dominava a várzea do Tamanduateí, é uma das mais antigas da cidade, feita pelos carmelitas. Apresenta o forro de sua nave central com pinturas de 1798. Possui um órgão com 800 tubos e a pia de mármore da sacristia que pertenceu à Marquesa de Santos. Nela eram realizadas as mais suntuosas festas dos períodos Colonial e Imperial, especialmente a procissão da Sexta-Feira Santa.
Localização: Av. Rangel Pestana, 230, Centro - Tel: 239-1661
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 7:00h às 11:00h e de 13:00h às 17:00h e sábado e domingo de 7:00h às 11:00h.

Igreja Ortodoxa:
Construção de 1934, inspirada na Catedral de Santa Sophia, em Istambul, Turquia. Seu interior abriga diversas pinturas feitas num painel de mármore de Carrara.
Localização: Rua Vergueiro, 1.515, Paraíso, Metro Paraíso.
Funcionamento: Domingos às 10:30h.

Igreja de Santo Antônio:
Construção do séc. XVII, em estilo rococó, seu altar-mor é de 1790.
Localização: Praça do Patriarca, 49, Centro - Tel: 232-2414.

Igreja da Ordem Terceira de São Francisco:
Construção de 1791, em estilo barroco, conserva as paredes de taipa de pilão da antiga capela de 1676.
Localização: Largo de São Francisco, 133, Centro - Tel: 3106-0081
Funcionamento: 2ª a 6ª feira de 7:30h às 17:30h.

Igreja de São Francisco de Assis:
Construção de 1647, é uma das mais tradicionais de São Paulo. A primeira capela, octogonal, feita de taipa de pilão, faz parte da Igreja atual. Abriga pinturas do século XVIII e altares laterais em talha dourada. Sua fachada ganhou o estilo colonial em 1790. Situa-se ao lado da Igreja da Ordem Terceira de São Francisco.
Localização: Largo São Francisco, 173, Centro - Tel: 3106-0081.
Funcionamento: Diariamente das 7:30h ás 17:30h.

Igreja de Nossa Senhora da Boa Morte:
Construção de 1810, em estilo eclético, no local onde morava o primeiro casal a habitar as terras paulistanas: os índios Tibiriça e Bartira. Abriga a imagem de Santa Úrsula do século XVIII, do Senhor Bom Jesus. Era utilizada como mirante durante o II Reinado, para avistar figuras ilustres que chegassem a São Paulo.
Localização: Rua do Carmo, 202, Centro.
Funcionamento: Domingo, missa com Canto Gregoriano às 10:00h.

Igreja Nossa Senhora da Consolação:
Construção de 1907, no local onde foi erguida a antiga em 1799, em estilo neogótico e decoração em mármore, bronze e carvalho. Seu teto apresenta pinturas com cenas bíblicas. Possui uma torre com 75 m, uma das mais altas da Cidade e pode ser vista de vários locais.
Localização: Rua da Consolação, 585, Metro República - Tel: 256-5356.

Igreja de São Gonçalo:
Construção de 1756, com materiais de segunda mão, pois era freqüentada por pessoas pobres e sem prestígio social. Possui vitrais na entrada, com imagens da redenção ou danação do homem e do Padre Anchieta.
Localização: Praça João Mendes, 108, Centro - Tel: 606-8110.

Basílica Nossa Senhora da Penha de França:
Construção de 1822.
Localização: Rua Santo Afonso, 199, Penha - Tel: 295-4462.

Capela da Santa Cruz dos Enforcados:
Construção de 1902.
Localização: Praça da Liberdade, 345, Liberdade - Tel: 278-7591.

Capela Imperial:
Construção de 1952, com o objetivo de abrigar os despojos da família real. Abriga os restos mortais de D. Pedro I e das Imperatrizes Dona Leopoldina e Dona Amélia de Beauharnais ( 2ª esposa de D. Pedro I ).
Localização: Parque da Independência, em frente ao Museu do Ipiranga - Tel: 273-4981.
Funcionamento: 3ª feira a domingo de 9:00h às 17:00h.





® Copyright 2000-2017 - Brasil Channel - todos os direitos reservados por lei,  proibida a reprodução total ou parcial deste site.
LEI Nº 9.610/98 - DIREITOS AUTORAIS, LEI Nº 9.609/98 PROTEÇÃO DA PROPRIEDADE INTELECTUAL e LEI No 10.695 - Código de Processo Penal