Uma Viagem pelo Brasil na Web

Brasil, 17 de Fevereiro de 2020

Bandeira de Minas Gerais
Bandeira de Minas Gerais

» Home
» Brasil
» Regiões
  :: Minas Gerais
    .: Cultura
    .: Dados Gerais
    .: Culinária
    .: Economia
    .: História
    .: Infra-Estrutura
    .: Quadro Humano
    .: Quadro Natural
    .: Turismo
    .: Sites Estaduais

 
» Capitais
» Municípios


Minas Gerais (MG)

Infra-Estrutura

Características:

A principal fonte de energia do Estado é o Rio Grande. Nele encontramos grandes usinas como as de Furnas, Peixoto, Jaguará, Marimbondo, Volta Grande e Porto Colômbia.
Minas apresenta 5.339 km de ferrovias, dentre as quais se destaca a Estrada de Ferro Vitória-Minas que escoa toda a produção siderúrgica. A Central do Brasil percorre o centro do Estado, servindo Belo Horizonte e ligando a Capital ao Rio de Janeiro e à Cidade de São Paulo, através do Vale do Rio Paraíba do Sul.
As rodovias cortam o Estado e o ligam às outras regiões do País. As principais rodovias federais que cortam o Estado são a Rio-Bahia (BR-116), que atravessa a fachada oriental, passando pela Zona da Mata e pelo Vale do Rio Doce; a Belo Horizonte-São Luís (BR-135); a Rio-Brasília (BR-040); a Belo Horizonte-São Paulo (BR-381); e a ligação Vitória-Belo Horizonte-Araxá-Uberaba (BR-262). O sistema hidroviário inclui a navegação do Rio São Francisco, entre Pirapora e Juazeiro, na Bahia, mas não tem grande significado econômico, apenas como transporte para a população ribeirinha.
O Estado conta com um Aeroporto Internacional, o de Confins, em Belo Horizonte.
Possui sete Universidades Federais, uma estadual, e mais de uma centena de escolas superiores isoladas. Entre as entidades culturais, destacam-se a Academia Mineira de Letras, a Academia Belo-Horizontina de Letras e o Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais, na Capital; o Instituto Histórico e Geográfico de Juiz de Fora; e a Academia de Letras do Triângulo Mineiro, em Uberaba.
Belo Horizonte e várias outras Cidades do interior possuem museus, teatros e centros culturais, entre os quais, o Museu de Arte e História e o Museu Abílio Barreto (ex-Museu Histórico), ambos na Capital; o Museu Dona Beja, em Araxá; o Museu do Diamante, em Diamantina; o Museu do Ferro, em Itabira; o Museu Mariano Procópio, em Juiz de Fora; o Museu Arquidiocesano, em Mariana; o Museu da Inconfidência e o Museu de Mineralogia, em Ouro Preto; o Museu do Ouro, em Sabará; o Museu de Arte Regional e o Museu Histórico Tomás Porte, em São João del Rei. Em Belo Horizonte encontra-se o maior número de grandes bibliotecas, entre as quais destacam-se a da Universidade Federal de Minas Gerais, a Biblioteca Pública de Minas Gerais, a Biblioteca do Arquivo Público Mineiro, a do Serviço Social da Indústria, a do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais e as especializadas, como a do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais, a da Sociedade Mineira de Engenheiros.
O Estado mantém a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG) que realiza trabalhos em áreas como melhoramento genético de animais e plantas, descontaminação de lençóis freáticos e desenvolvimento de defensivos biológicos, entre outras.
As duas maiores usinas do Estado são a de São Simão e Emborcação, ambas no Rio Paranaíba, na divisa com Goiás. A Usina de Três Marias, no Rio São Francisco, tem como principal finalidade é a regularização do fluxo do Rio, para melhor aproveitamento da Usina de Paulo Afonso, na Bahia. Outras usinas importantes são Salto Grande, no Rio Guanhães, e Antônio Dias, no Rio Piracicaba.






® Copyright 2000-2020 - Brasil Channel - todos os direitos reservados por lei,  proibida a reprodução total ou parcial deste site.
LEI Nº 9.610/98 - DIREITOS AUTORAIS, LEI Nº 9.609/98 PROTEÇÃO DA PROPRIEDADE INTELECTUAL e LEI No 10.695 - Código de Processo Penal