Uma Viagem pelo Brasil na Web

Brasil, 24 de Novembro de 2020

Bandeira de São Paulo
Bandeira de São Paulo

» Home
» Brasil
» Regiões
  :: São Paulo
    .: Cultura
    .: Dados Gerais
    .: Culinária
    .: Economia
    .: História
    .: Infra-Estrutura
    .: Quadro Humano
    .: Quadro Natural
    .: Turismo
    .: Sites Estaduais

 
» Capitais
» Municípios


São Paulo - SP

Infra-Estrutura

Características:

São Paulo é o Estado mais desenvolvido do Brasil, onde tanto a industrialização quanto o comércio, os serviços e a agropecuária alcançaram expressão máxima, gerando riquezas que foram investidas em infra-estrutura.
Apresenta altos coeficientes de eletrificação urbana e rural e é também o maior produtor e consumidor de energia do País. Quase 90% da energia gerada no Estado é de origem hidráulica. A maior Usina Hidrelétrica é a de Estreito, no Rio Grande. Seguem-se as Usinas Henri Borden I e Henri Borden II, situadas ambas em Cubatão. Junto à divisa com o Mato Grosso do Sul situam-se as Usinas Hidrelétricas de Jupiá e Ilha Solteira, do Sistema Urubupungá.
A maior Usina Termelétrica do Estado é a de Piratininga, instalada no Município de São Paulo. São Paulo é também o maior consumidor e produtor nacional de derivados de petróleo. Quatro refinarias funcionam em seu território: a Matarazzo, no Município de São Paulo; a Capuava, no Município de Mauá; a Presidente Bernardes, no Município de Cubatão; e do Planalto, no Município de Paulínia.
É o Estado que apresenta a melhor e maior rede de telecomunicações do País. As principais estações e emissoras de televisão encontram-se na Capital, mas também existem emissoras distribuídas por Cidades do interior, como Bauru, Campinas e São José do Rio Preto. Há importantes estações radiodifusoras tanto na Cidade de São Paulo quanto em Cidades interioranas, como Ribeirão Preto, Taubaté, Campinas e São José do Rio Preto.
Conta com 31 universidades, 37 faculdades integradas e 223 estabelecimentos isolados de ensino superior. O índice de alfabetização é de 92,3%. Dentre as mais importantes são a Universidade de São Paulo (USP), a maior do País, com seu campus principal na Capital e outros cinco em Bauru, São Carlos, Piracicaba e Ribeirão Preto; a Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e a Universidade Mackenzie, ambas na Capital; e as de Ribeirão Preto, Santos, Assis e Campinas (Pontifícia Universidade Católica de Campinas e Universidade Estadual de Campinas - Unicamp).
É centro nacional de referência oferecendo serviços médicos e de pesquisa pra todo o Brasil, entre eles o Instituto Butantã, maior centro mundial de pesquisas sobre ofídios e de fabricação de soros e vacinas antiofídicos; o Instituto Adolfo Lutz, de pesquisas microbiológicas, bromatológicas e químicas; o Instituto Biológico, de pesquisas em patologia animal e vegetal; o Instituto de Pesquisas Tecnológicas; o Centro Técnico Aeroespacial de São José dos Campos; o Instituto de Energia Nuclear; o Instituto Astronômico e Astrofísico; o Instituto Oceanográfico e o de Geologia; a Academia Paulista de Letras e o Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo. Na Capital situam-se as mais importantes bibliotecas, como a Biblioteca Central da USP; a Mário de Andrade; as especializadas do Conservatório Dramático e Musical de São Paulo; do Convento Imaculada Conceição; do Tribunal da Justiça do Estado; do Departamento de Arquivo do Estado; do Instituto Histórico e Geográfico do Estado; a Roberto Simonsen, da FIESP/CIESP (Federação e Centro das Indústrias do Estado de São Paulo). No interior, destacam-se as Bibliotecas da Universidade Estadual, da Universidade Católica, a Biblioteca Pública Municipal e a do Instituto Agrônomo (Campinas); as das Faculdades de Filosofia, Ciências e Letras em Araraquara, Assis e Marília; as do Centro de Folclore de Piracicaba e da Escola Superior de Agricultura Luís de Queirós, em Piracicaba; a do Centro Técnico de Aeronáutica, em São José dos Campos; e a do Instituto Histórico e Geográfico de Santos.
São Paulo conta com uma grande rede de museus, entre eles o Museu Paulista da USP; o Museu de Arte Contemporânea da USP, o Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand, o Museu de Arte Moderna de São Paulo, o Museu de Arte Sacra de São Paulo e o Museu Lasar Segall; o Museu de Arqueologia e Etnologia, da USP; o Museu de Artes Técnicas Populares; o Museu do Teatro Municipal; e o Museu do Instituto Butantã. No interior, destacam-se o Museu Carlos Gomes, em Campinas; o Museu da Pesca, em Santos; o Museu do Café Francisco Schmidt, em Ribeirão Preto; o Museu do Horto Florestal Navarro de Andrade, em Rio Claro; o Museu Republicano Convenção de Itu ; a Casa Museu de Portinari, em Brodósqui ; o Museu Euclides da Cunha, em São José do Rio Pardo; e o Museu Histórico e Pedagógico das Monções, em Porto Feliz.
Seu sistema de transporte, composto dos subsistemas rodoviário, ferroviário, hidroviário e portuário.
O subsistema rodoviário 195.026 km de rodovias, com 1.146 km de federais, 18.645 km de estaduais e 175.235 km de municipais, sendo que 25.306 km são pavimentadas. Entre as principais estradas de rodagem figuram as ligações São Paulo-Santos (via Anchieta e rodovia Imigrantes, esta de 1976), São Paulo-Campinas (via Anhangüera), São Paulo-Belo Horizonte (rodovia Fernão Dias), São Paulo-Rio de Janeiro (via Presidente Dutra, parte da BR-116), São Paulo-oeste do Estado (rodovia Castelo Branco), São Paulo-Brasília, São Paulo-Curitiba-Porto Alegre e a rodovia Rio-Santos, parte da BR-101.
A malha ferroviária totaliza cerca de 7.200 km. As estradas de ferro, que se abrem como um leque sobre o planalto, convergem para a Capital, onde se verifica um afunilamento, pois apenas duas linhas descem para a Baixada Santista.
O subsistema hidroviário é constituído pelo Rio Tietê, navegável desde Conchas até o Rio Paraná com 600 km de extensão, formando, com aquele rio, a Hidrovia Tietê-Paraná, que interliga o Estado de São Paulo com as áreas produtoras de Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Paraná.
O subsistema portuário é composto pelos portos marítimos de Santos e São Sebastião e pelos portos fluviais de Presidente Epitácio e de Panorama, por onde escoam a produção agrícola, minérios e produtos siderúrgicos. O Porto de Santos é o maior e o mais importante do País. 
O transporte urbano sobre trilhos na Região Metropolitana de São Paulo é operado pela Companhia do Metropolitano de São Paulo - METRÔ, com 50 km e pela Companhia Paulista de Trens Metropolitanos - CPTM, que integrou as linhas urbanas e suburbanas. Este sistema desempenha importante papel no contexto dos transportes coletivos urbanos de São Paulo.
Os principais aeroportos do Estado são os de Viracopos, internacional, situado em Campinas; o de Congonhas, na Cidade de São Paulo, que serve ao tráfego doméstico; e o de Cumbica, Internacional, em Guarulhos, perto da Capital, inaugurado em meados da década de 1980.






® Copyright 2000-2020 - Brasil Channel - todos os direitos reservados por lei,  proibida a reprodução total ou parcial deste site.
LEI Nº 9.610/98 - DIREITOS AUTORAIS, LEI Nº 9.609/98 PROTEÇÃO DA PROPRIEDADE INTELECTUAL e LEI No 10.695 - Código de Processo Penal